Te-kwon!


 Barbara    27 set : 11:05
 Nenhum(a)    Blog

taekwondo_exame_DSC01949.jpg

Exames de faixa são tensos, mas trazem ótimas lembranças

Mais um exame de faixa. Depois de todo o esforço,
uma foto com o grão-mestre Romildo

Exames de faixa são tensos, mas trazem ótimas lembranças

No sábado (22 de setembro de 2007), conheci o mestre Romildo, que veio de Curitiba para fazer avaliação nos alunos do mestre Zanon, no Muxirão Espaço de Ação Cultural, em Castro. Brasileiro, com sotaque coreano, o grão-mestre foi exigente. Ninguém tirou 10, fazer o quê? hehehe Não teve jeito.

Depois de eu ter ficado uns 10 anos sem praticar o Taekwon-do, voltei e levei a Bruna (minha filha mais nova) para aprender também. Ela passou para a faixa amarela. Eu fui para a azul ponta vermelha. Aqui todo mundo passa de ponta em ponta, ao contrário do meu primeiro exame, quando pulei da branca para a amarela ponta verde (mestre Lee gostou mesmo de mim!). Nunca esqueci os nomes dos golpes, nem as sequências para a defesa pessoal. Só que quando fiz lá no interior do Estado do Rio de Janeiro (Miracema) o estilo era outro, mais tradicional. Aqui no Paraná, as técnicas são do Kuk-ki-Won (WTF - Federação Mundial do Taekwon-do).

Muitas crianças e adultos estão praticando o esporte com a gente, lá no Muxirão. Recomendo pela ginástica, pela disciplina e segurança que as técnicas passam. Tanto crianças quanto adultos que seguem as regras do Taekwon-do, falo por mim, ficam mais seguros no dia a dia, perdem o medo, ganham tranquilidade e confiança.

Quer manter o "corpitio", o fôlego? Pratique! Recomendo!



Final dos anos 1980, professor Jadir (azul ponta vermelha),
Júnior Poeys, grão-mestre Woo-Jae Lee e
eu no primeiro exame de faixa que fiz


Ai que saudades do meu Kangoo


 Barbara    08 jun : 16:16
 Nenhum(a)    Blog

Dizem que quem bebe da água do Rio Iapó sempre retorna a Castro, cidade onde moramos, no Paraná

Kangoo e Iapó
Kangoo parado próximo ao Supermercado Priotto, em uma das enchentes do Iapó

Dizem que quem bebe da água do Rio Iapó sempre retorna a Castro, cidade onde moramos, no Paraná.

Se for mesmo verdade, minha irmã está devendo muitas e muitas visitas. Ha, ha, ha! Meu irmão também. E o Alessandro ainda nem tomou da água bendita.

Bom, na verdade estou mesmo é com saudades do meu Kangoo. Ótimo para a criançada. Fazíamos festa. Outro dia comprei uma Kombi para plotar e sair pelas ruas fazendo matérias. Não é a mesma coisa, lógico. Mas a Kombi também é bacana. Pura diversão! Qualquer dia coloco a foto dela aqui, só estou esperando terminarem de plotar. Modelo furgão, bastante espaço. Só o conforto do Kangoo é que falta.

Esse aí é o meu primeiro Kangoo. Depois tivemos outro, um mais completinho. Agora estamos de Meriva. É bom para viajar e tudo, porém muito sério.

Fico de Honda Biz no verão e Kombi no inverno e para quando tenho que sair pelas fazendas da região. Fotos, assessorias, sites, matérias. Kombi é trabalho. Meriva é passeio, viagens mais longas. O Kangoo era tudo junto, pena que a manutenção era mais cara um pouco, mas tudo bem. E você? Tem um carro com a sua cara?


Nanda e Kangoo
Nanda faz festa no Kangoo. Os dentes estavam caindo...
 

Mais Blog

Te-kwon! Barbara @ (27 set : 11:05) (Blog)
Ai que saudades do meu Kangoo Barbara @ (08 jun : 16:16) (Blog)
Andar de charrete é ótimo Barbara @ (19 fev : 13:44) (Blog)
Como é bom reunir a família Barbara @ (09 fev : 11:37) (Blog)
Você assobiou com seu avô? Barbara @ (24 jan : 14:23) (Blog)
Eu estou aqui! Barbara @ (08 jan : 19:03) (Blog)